Skip to content

Pesquisadora resgata história de quilombo dizimado por suíços em Casimiro de Abreu (RJ).

by em 6 janeiro 2015

quilombo casimiroabreu

Na foto: Renata Lima com Alci Silva, nascido no quilombo, e expulso junto com os últimos sobreviventes. Foto de: Márcio Alves.

Pesquisa feita pela historiadora Renata Lima e defendida no Mestrado pela mesma, há um ano na UFF, fala sobre um quilombo existente em Casimiro de Abreu, município do Rio de Janeiro, destruído por imigrantes suíços. Nos períodos mais populosos, o quilombo chegou a contar com 3000 moradores. A pesquisadora conta que os primeiros conflitos entre quilombolas e suíços datam de 1823. A área do quilombo foi cedida pelo Imperador D. Pedro II a imigrantes suíços, que dizimaram os quilombolas. Na pesquisa ela encontrou um documento em que descendentes dos imigrantes propõem medidas para minimizar a importância da influência africana na constituição do município, além de falar sobre o projeto dos suíços de criarem ali uma Nova Suíça.

Anúncios

From → Notícias

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: